Veja essa, Paulo Garcia: babá chora ao pedir atenção para o bairro. “Parece que somos porcos. Não dá para viver no meio lama”

Veja trecho da reportagem sobre o depoimento da babá Jussimeire Barbosa:

A babá Jussimeire Barbosa, que circula na região todos os dias, afirma que antes das chuvas o problema era a poeira, mas agora é a vilã é a lama. Emocionada, ela pediu atenção para o bairro. “Ontem, eu estava chorando de desespero na porta de casa, pois não dá para viver desse jeito, no meio da lama. Eles largaram a gente aqui e parece que somos porcos”, lamentou.

Assista:

http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/11/alunos-enfrentam-lama-e-goteiras-para-estudar-em-bairros-de-goiania.html