Depois do vexame e constrangido, Rubem faz discurso chocho

Após vexames da tentativa de agressão a Túlio Isac e do deplorável espetáculo “das palmas para Delúbio”, o deputado Mauro Rubem circulou visivelmente constrangido e de cabeça baixa pela Assembleia.

O petista chegou a usar o pequeno expediente para dar explicações sobre sua suposta participação em outro episódio negativo: a pichação de placas em rodovias com palavras ofensivas ao governador do Estado.

Mauro não repetiu na tribuna a habitual verve e se mostrou claramente abatido. Fez discurso insosso e sem graça. Falou durante cinco minutos, desceu da tribuna rápido e deixou o plenário sem explicações, o que não é normal para um parlamentar assíduo e sempre presentes nas sessões.

Só voltou depois que o pequeno expediente havia se encerrado e a votação dos vetos estava quase no final.

O que se espera é que a triste passagem dos últimos dias sirva de lição para Mauro Rubem consertar sua atuação parlamentar e passar a respeitar a democracia.