Vanderlan reclama que está “sob ataque”. Não, não são ataques. São críticas sérias e ele precisa responder

Em vez de responder COM ARGUMENTOS à saraivada de críticas que vem recebendo – a maioria das quais em razão de contradições expostas no seu comportamento político –, o empresário Vanderlan Cardoso só diz que está “sob ataque”, atribui tudo ao governador Marconi Perillo e não dá explicações sobre as dúvidas que estão sendo levantadas contra ele.

Por exemplo, Vanderlan não esclarece a questão dos seus investimentos fora de Goiás. Outro dia, ele mesmo reconheceu que, se algum dia for governador, uma das suas prioridades será a atração de novas empresas para Goiás. Ótimo. Como é então que ele, como empresário, está fazendo exatamente o contrário do que estaria obrigado a fazer, se se tornar governador?

Ele, Vanderlan, tem seus maiores investimentos, hoje, fora de Goiás. Aplica, no momento, R$ 115 milhões de reais na construção de duas fábricas em Pernambuco. Tem outra na Bahia e outra no Pará. E anuncia mais uma, despreocupadamente, “em Santa Catarina ou no Paraná”, conforme suas palavras textuais.

Isso, em se tratando de qualquer empresário, seria normal. Mas um que quer governar o Estado e assumir a defesa dos interesses goianos, aí tem alguma coisa faltando?

Mais: Vanderlan jura que tem uma equipe de técnicos trabalhando em um plano de metas, mas não dá os nomes. Neste domingo, em entrevista ao jornal O Hoje, disse também que já tem o candidato a senador que vai compor a sua chama, mas também não revela quem é.

Por que esconder esses nomes?

E mais ainda: Vanderlan é candidato a governador, mas não apresenta propostas. Até agora, não divulgou nenhuma. Está em um partido socialista, contradição que não consegue explicar, já que é um político de formação direitista, cercado por gente como Alcides Rodrigues ou Jorcelino Braga, expoentes do conservadorismo mais radical que existe em Goiás.

Está sob ataque? Que nada. Precisa é de dar explicações. E há mais questões a esclarecer, como os parentes que trabalham na Prefeitura de Senador Canedo ou os processos de improbidade administrativa a que responde.