Petistas que aplaudem de pé mensaleiro Delúbio Soares têm moral para atacar alguém?

O episódio das “palmas para Delúbio” provoca polêmica e abre debate sobre várias questões, no campo da política e da ética. A iniciativa de Mauro Rubem em pedir uma ovação pública ao mensaleiro provocou críticas na sociedade com o sentimento natural de indignação do cidadão, que se sentiu afrontado por ver uma aclamação a um sentenciado pela Justiça, em plena Assembleia, em tese a Casa do Povo.

A partir daí, se pergunta: têm os petistas moral para criticar alguém se acolhem e aplaudem de pé um homem condenado pelo STF?

A resposta é clara é óbvia: ao eleger Delúbio como herói petista, o PT se compromete com suas práticas e afasta-se da ética e da moralidade pública.

Sem nenhuma dúvida, fica sem moral para apontar o dedo ou a voz para quem quer que seja.