Maguito recua, mas diz que decisão de fechar escola era por culpa… da comunidade

Em nota encaminhada à imprensa no final da tarde desta quarta-feira, o prefeito de Aparecida, Maguito Vilela (PMDB), informa que suspendeu, por enquanto, a decisão de fechar a escola municipal Andréia Ferreira, no Jardim Helvécia.

Maguito recuou depois de submetido a um violento bombardeio da comunidade e da imprensa.

Mas engana-se quem pensa que o prefeito assumiu o erro com humildade. Ele deu passo atrás, mas atirou.

O prefeito disse que a escola só seria fechada porque a comunidade não encontrava alunos suficientes para preencher todas as vagas disponíveis na unidade, e que pela lógica capitalista da sua administração, manter a escola aberta significaria prejuízo.

Maguito mandou dizer, na verdade, que “daria uma chance” aos moradores do bairro.

“A escola em questão está com menos da metade da capacidade do número de alunos e, desde 2012, nos reunimos com a direção, com os funcionários e alertávamos sobre o preenchimento da capacidade oferecido pela escola que estava muito aquém do que poderia estar funcionando”, disse Domingos Ferreira, secretário da Educação.

O aviso está dado. Ou a comunidade preenche as vagas, ou a escola será fechada.