Genoíno, o mensaleiro arrogante e debochado que ainda gritou “viva o mensalão” na hora de ser preso. Oooops…. “viva o PT”

É difícil, muito raro mesmo, que um criminoso, pego em flagrante, faça questão de ostentar orgulho pelo que fez.

Bem, em se tratando do mensaleiro José Genoíno, eis aí um caso patológico de arrogância, deboche e atrevimento reunidos em um único perfil criminal.

Genoíno foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal a 6 anos e 11 meses de prisão, após ficar comprovado que ele praticou os crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. Ganhou também uma multa de R$ 468 mil em valores que ainda precisam ser corrigidos monetariamente.

No momento em que adentrou o prédio da Polícia Federal em São Paulo, onde fica a carceragem em que ele vai passar a sua primeira noite na cadeia, Genoíno voltou-se para os jornalistas e fotógrafos, levantou o braço com o punho fechado e gritou “viva o mensalão”…

Oooops… erro nosso. Ele gritou “viva o PT”. Mas não dá na mesma?