Plano Diretor de Goiânia: Elias diz que votação a toque de caixa é complicado

O vereador Elias Vaz, do PSol, surpreendeu-se com a chegada do projeto que altera Plano Diretor de Goiânia à Câmara sem discussão prévia.  Ele esperava participar de novas discussões sobre a matéria antes que ela fosse encaminhada para tramitação na Casa. “Eu fui surpreendido com a situação”, diz. Elias alega que foi nomeado em nome da oposição para participar das discussões que iam discutir a revisão do Plano Diretor. “Agora mandaram a revisão sem nenhum debate”, protesta.

De acordo com o vereador, a votação a toque de caixa, sem um estudo mais aprofundado sobre as alterações no documento, poderá fazer com que a situação se complique no futuro.