Lerdeza total: prefeitura deixa de receber recursos federais porque atrasa projetos

Acredite se quiser: a maior prefeitura do Estado fica sem recursos do governo federal porque não tem uma estrutura eficiente para elaborar projetos. Um vexame total. Em pleno século 21, o prefeito Paulo Garcia, do mesmo partido da presidente Dilma, não consegue por a máquina pra funcionar.

Prestem atenção no que diz o secretário Senivaldo Campos em entrevista ao jornal O Popular deste domingo. “Patinamos nesse ponto. Anápolis e Aparecida de Goiânia estão bem mais adiantados do que nós”, disse.

Senivaldo revelou ainda na reportagem que no ano passado a Capital chegou a perder R$ 32 milhões que já estavam depositados na Caixa Econômica Federal (CEF) porque não apresentou projeto na data correta e o recurso foi devolvido ao governo federal.