“Para unificar oposição, PMDB tem que conversar menos e trabalhar mais”, diz Otoni

A crise entre PT e PMDB deixou de ser assunto para os bastidores. Depois de receber ataques do deputado estadual Samuel Belchior (PMDB) por conta de sua investida sobre políticos peemedebistas no interior, o deputado federal Rubens Otoni reagiu com violência na manhã de hoje. Otoni reclamou da beligerância do PMDB e disse que, com este comportamento, a oposição irá se dividir em definitivo. “Se o PMDB quer unir os partidos em torno do seu candidato a governador, eles têm que conversar menos e trabalhar mais”.

A afirmação foi feita em entrevista ao programa Falando Francamente, dos jornalistas Jerônimo Rodrigues e Ivan Mendonça, da Rádio Mil. O deputado afirmou que, da parte do PT, não existe dificuldade alguma no relacionamento com aliados. “Pelo contrário: estamos nos esforçando para construir a unidade não só com o PMDB, mas com todos os partidos que não estão com o governo”, afirmou Otoni.

“Eu só acho que não é correto alguém bater no peito e dizer que terá candidato de qualquer jeito, a ferro e fogo. Isso não ajuda em nada”.

É.