Alô Júnior Friboi e Vanderlan: seus colegas empresários vão investir quase R$ 28 bilhões nos próximos 10 anos em Goiás. É esse Estado que “não tem nada de bom”?

Balanço divulgado pela Secretaria estadual da Indústria e Comércio revela que empresas beneficiadas pelos programas de incentivo fiscal Fomentar e Produzir em Goiás pretendem investir cerca de R$ 27,4 bilhões em Goiás nos próximos 10 anos.

Mais importante ainda: desse volume de investimentos, R$ 14 milhões estão programados para os próximos 5 anos.

Isso ao mesmo tempo em que Júnior Friboi e Vanderlan Cardoso, posando de oposicionistas, dizem que os empresários estão fugindo de Goiás, que o Estado vive uma anarquia” e que não existe “nada de bom” em terras goianas.

Investimentos de quase R$ 28 bilhões, em 10 anos, por conta da iniciativa privada, mostram exatamente o contrário do que os milionários Júnior Friboi e Vanderlan pregam. Mostram, sim, que há confiança na situação do Estado e nas ações que estão sendo desenvolvidas pelo Governo para dar manutenção e ampliar a infraestrutura regional.

Mas, se dependesse pessoalmente de Friboi e Vanderlan, não haveria investimento empresarial nenhum em Goiás nos próximos anos. O Grupo JBS-Friboi, o maior do planeta no setor de carnes, não tem um centavo programado para ser aplicado no Estado. Vanderlan, menos ainda. No momento, ele investe R$ 115 milhões para construir uma fábrica de salgadinhos e outra de motos e triciclos, mas em Pernambuco. E pretende abrir fábricas, conforme já anunciou, no Paraná ou em Santa Catarina.