Ao contrário de Marconi, Paulo Garcia não consegue mexer na equipe e deixa reforma pra março

Ao contrário do governador Marconi Perillo (PSDB), que começará 2014 com nova equipe de auxiliares, o prefeito Paulo Garcia (PT) deve deixar para março, próximo ao prazo legal limite de desincompatibilização, para reformular o secretariado, com a saída daqueles que devem concorrer às eleições do ano que vem.

Paulo está sendo pressionado pelo PT e PMDB para fazer a mexida, mas está enfraquecido e sem condições políticas de reformar a equipe.