Maguito: se a oposição não se unir, candidatura de Júnior Friboi não tem chance alguma

Veja matéria do site do Jornal Opção:

Maguito Vilela afirma que são poucas as chances de Friboi sem oposição unida

Prefeito de Aparecida de Goiânia extirpa qualquer possibilidade de novos desafios políticos para o próximo ano. “Agora, Aparecida é meu lugar”, frisa
Marcelo Gouveia

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), durante entrevista coletiva na última segunda-feira (30/12), afirmou que, caso os partidos que compõem a oposição não permaneçam unidos, são poucas as chances de Junior Friboi (PMDB) ganhar as eleições para governador em 2014. “Eu quando fui candidato tentei unir forças e não consegui. Perdi a eleição. Friboi tem que tomar essa lição”, argumentou.
Maguito defende ainda que tal união é uma questão de responsabilidade partidária, e demonstrou apoio ao nome do empresário do ramo de carnes. O prefeito, no entanto, sustenta que para alcançar uma vitória nas eleições do próximo ano é necessário paciência e determinação por parte de Friboi.
O peemedebista comentou também acerca da discordância entre PT e PMDB acerca da definição de um candidato ao governo do Estado. “PT tem o direito de lançar candidato como todos os partidos também têm. Mas é preciso procurar união. Se não conseguirmos, tudo bem o PT lançar candidato.” Entretanto, Maguito reitera que apenas a união entre a oposição fará com que a aliança obtenha resultados satisfatórios. “Não adianta o Gomide sair sozinho por Anápolis, ou o Júnior sair sozinho por Goiânia. Dessa maneira, iremos perder força, e também perder as eleições.”
O prefeito aproveitou a ocasião para extirpar qualquer possibilidade de novos desafios políticos em 2014. “Já disputei três eleições para governador, ganhei uma, perdi duas. Já dei a minha contribuição. Agora, Aparecida é o meu lugar. Estou muito feliz aqui.”O peemedebista defendeu ainda que o município terá papel de destaque nas próximas eleições por ser o segundo maior colégio eleitoral do Estado. “É natural que Aparecida atue ativamente no processo”, frisou Maguito.