Entrevistas de Friboi, Gomide e Vanderlan a O Popular têm repercussão zero. Nem no próprio jornal foram comentadas

As entrevistas, de uma página cada uma, dos pré-candidatos a governador Júnior Friboi, Antonio Gomide e Vanderlan Cardoso a O Popular não tiveram nenhuma repercussão – aliás, nem mesmo no próprio jornal que as publicou nem muito menos nos demais veículos de imprensa do Estado.

É um fato inédito: três postulantes ao mais importante cargo do poder regional falam, falam, falam ao maior jornal estadual e ninguém, na sequência, diz qualquer coisa sobre o que falaram.

É fato que as três entrevistas tiveram um ponto em comum, que deve ter sido decisivo para a falta de repercussão: Friboi, Gomide e Vanderlan limitaram-se provincianamente a falar sobre política partidária ea disparar críticas e ataques, inclusive entre eles próprios. Também confluíram em um detalhe significativo: nenhum deles apresentou qualquer proposta para o futuro de Goiás. Nem uma única ideia nesse sentido foi mostrada nas três entrevistas.

Se alguém teve a paciência de ler, é testemunha.

Resultado: ninguém se interessou.