Transporte coletivo de Goiânia entra em colapso total. Cadê o Ministério Público para cobrar de Paulo Garcia?

O transporte coletivo de Goiânia, que nunca prestou, voltou a ser manchete nos telejornais, com protestos e reportagens sobre a precariedade dos serviços.

A responsabilidade é do prefeito Paulo Garcia, que deveria gerenciar e fiscalizar as empresas do setor, mas ele se omite e nada faz, como é de seu perfil.

Diante de tudo isso, resta perguntar: cadê o Ministério Público para cobrar de Paulo Garcia a sua responsabilidade?