O Popular: transporte coletivo entra em regime de “férias” em Gyn. Paulo Garcia finge que não vê

O Popular registra que desde 16 de dezembro o transporte coletivo na região metropolitana de Goiânia está prejudicado pela planilha de férias. Até 2 de fevereiro, informa a reportagem, 33 linhas operarão em menor intensidade, com tráfego até 3% menor: são cerca de 25 ônibus a menos nas ruas e 180 viagens não realizadas. População tem reclamado, embora técnicos da área digam que o número seja imperceptível.

O prefeito Paulo Garcia, responsável pela fiscalização do transporte, finge que não vê.