Estelionato eleitoral: O Popular faz balanço da Goiânia Sustentável de Paulo Garcia e conclui que não houve “quase nada” de avanço

O Popular, na edição desta segunda-feira, faz um detalhado balanço das propostas apresentadas pelo prefeito Paulo Garcia (PT), na campanha de 2012, englobadas sob o mote “Goiânia Sustentável” e conclui que não houve “quase nada” de avanço.

“Definido como mote principal de sua campanha, a sustentabilidade foi abordada por O Popular no dia da posse de Paulo Garcia, em 1° de janeiro de 2013, como o principal desafio para a nova gestão municipal. Na época, arquitetos e urbanistas defendiam que, além de vontade e força política, a transformação de Goiânia demandaria planejamento e uma consequente ruptura com problemas que persistem nossa capital. Procurados novamente, eles afirmam que o quadro se mantém e não há perspectivas para mudanças significativas”, diz o jornal.

Acompanhando a matéria, O Popular traz um quadro onde as promessas são avaliadas uma a uma. Além de não ter cumprido a maioria esmagadora dos compromissos, Paulo Garcia também não dá sinais de que terá condições de atingir essas metas, daqui para o final do seu mandato, aponta a reportagem, ao concluir:

“A maior parte das promessas de governo que ajudaram Paulo a se reeleger ainda não deslanchou problemas graves da cidade como a qualidade do transporte coletivo não caminham para uma solução. Ou seja: especialistas dizem que não há mudanças na capital em questões como sustentabilidade e mobilidade”.