Inacreditável: secretário de Paulo Garcia admite falta de planejamento, caixa zerado e incapacidade administrativa

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Nelcivone Melo, deu uma pequena entrevista ao jornal O Popular que beira o inacreditável.

Em resumo, Nelcivone diz que a Prefeitura de Goiânia “não tem capacidade de execução” para resolver os problemas apresentados pela cidade.

O secretário argumenta também que a situação de Goiânia está se agravando porque a Prefeitura vive uma realidade de falta de recursos e ausência de planejamento.

Leia a entrevista do secretário Nelcivone Melo a O Popular:

Falta de recursos dificulta, diz secretário

Responsável por coordenar as ações da Prefeitura de Goiânia que visam a sustentabilidade, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano Sustentável, Nelcivone Melo, defende que a ausência de resultados no primeiro ano da atual gestão tem origem em duas questões: falta de recursos e planejamento a longo prazo.

De acordo com o secretário, o primeiro ponto a ser levado em conta é o tempo demandado para que grandes mudanças sejam feitas em uma cidade do porte de Goiânia. “Essa transformação é uma tarefa para muitas gestões. Em quatro anos não se pode transformar uma cidade. Estamos com uma visão a longo prazo e o importante é seguir um caminho que está certo”, argumenta.

Apesar de afirmar que está mantida a tarefa de cumprir “integralmente o plano de governo”, Nelcivone Melo também argumenta que “todas as prefeituras vivem dificuldades financeiras”.

“Existem o custeio da máquina e as verbas carimbadas. Na Prefeitura, só 5% pode ser investido. É muito pouco perto do que é necessário. Você precisa tentar fazer mais com menos e trabalhar da maneira mais enxuta possível. Tudo isso é fácil de falar e muito difícil de fazer”, reconhece.

Nelcivone também nega a ausência de planejamento por parte do Paço Municipal. “Não é falta de planejar, o que existe é falta de capacidade de execução”, finaliza o secretário.