Leonardo Vilela aposta: chegaremos ao final do governo Marconi com 100% das promessas cumpridas

Veja matéria publicada no site da rádio 730:

Leonardo Vilela: “Chegaremos ao final do mandato de Marconi com 100% das promessas cumpridas”

O novo secretário estadual de Gestão e Planejamento (Segplan), Leonardo Vilela, foi o entrevistado do Clube da Notícia, da Rádio 730, nesta terça-feira (7). O deputado federal falou sobre política, segurança pública e o cumprimento das promessas de campanha do governador Marconi Perillo.

Questionado sobre a decisão de não se candidatar às eleições de 2014 e assumir uma secretaria estadual, Leonardo Vilela disse que a grande influência do poder econômico e os ataques de “baixo nível” o fez querer contribuir com a sociedade de outra forma. “Durante as campanhas, ao invés de discutir projetos, as pessoas passam a atacar pessoalmente com calúnias e mentiras. É um vale-tudo que desqualifica o debate político. Como esse não é o meu perfil, quero fazer a minha parte de outro jeito, como estou fazendo agora com a secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan)”, diz.

O secretário também fala que a perspectiva é chegar ao final do mandato de Marconi Perillo com 100% das promessas de campanha concluídas. “Temos dados que mostram que, no mínimo, 60% dos compromissos já foram cumpridos, cerca de 30% está em andamento e 10% que ainda tem alguma dificuldade de implantação, mas estamos fazendo todo esforço necessário para que se realizem”.

Sobre um dos pontos ainda mais problemáticos do estado, a segurança, de acordo Leonardo Vilela, o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, afirmou que até em março haverá mais 5 mil policiais militares nas ruas, um aumento de 50% do número atual. “Isso vai ajudar a reduzir a criminalidade. Mas a solução não é apenas a repressão e, sim, agir em conjunto com a ação do Judiciário. Grande parte dos criminosos que estão nas ruas já foi presa, porém, são soltos, porque a justiça é frouxa, e continuam perpetuando a violência”, fala.

Em relação ao quadro político que se forma para as eleições deste ano, com possíveis nomes como Júnior Friboi, Antônio Gomide, Vanderlan Cardoso, todos da oposição, e Marconi Perillo, o secretário declara que haverá uma briga “fratricida” entre esses três pré-candidatos para uma vaga no segundo turno. “Tenho convicção de que o governador Marconi Perillo também estará no segundo turno e que teremos condições de ganhar da oposição”, conclui.