Em entrevista à CBN, Gomide afirma que Paulo Garcia é “subserviente” ao PMDB

Provocado pelo prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), a retirar sua pré-candidatura ao governo e apoiar o nome que for escolhido pelo PMDB, o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), reagiu com palavras duras em entrevista à CBN e criticou a “subserviência” do colega aos interesses dos peemedebistas.

“Entendo que o prefeito Paulo Garcia tenha dito que a prioridade é do PMDB, mas temos que levar em conta questões mais amplas, independente de dificuldades administrativas ou acordos que foram feitos”, disse Gomide. “Não podemos submeter o projeto à subserviência ou às dificuldades administrativas”.

Paulo anunciou, em reunião com o secretariado no começo da semana, que não será candidato. Sugeriu que Gomide fizesse o mesmo.