No Giro, Daniel Vilela admite o que todo mundo já sabe: oposição não tem mesmo projeto para Goiás

Respondendo à pergunta do dia da coluna Giro, em O Popular, nesta sexta-feira, o deputado estadual Daniel Vilela (PMDB) finalmente admite o que já é público em notório em Goiás: a oposição não tem projeto para o Estado.

Textualmente questionado sobre “quando serão apresentados os projetos da oposição para Goiás?”, Daniel sai-se, primeiro, com um xingatório. Diz que não vê motivo para o otimismo do Governo do Estado, ataca o vice-governador José Eliton por “se mostrar confiante” e, apenas na última frase, diz que o PMDB “está discutindo” um projeto e que, “na campanha”, ele será mostrado.

A cobrança sobre os projetos da oposição para Goiás tem crescido. Pressionados, políticos do PMDB e de outros partidos, como Vanderlan Cardoso, do PSB, procuram sair pela tangente, jurando que estão “trabalhando” na elaboração de planos e que, “oportunamente”, esses planos serão apresentados ao eleitorado.

Como se vê, mesmo os políticos supostamente de “renovação” do PMDB, como Daniel Vilela gosta de se identificar, não conseguem detalhar propostas e resumem suas declarações e discursos a críticas e ataques (muitas vezes raivosos) contra o Governo do Estado.