Iris prometeu resolver o transporte coletivo em 6 meses. Já se passaram 9 anos e o sistema continua na pior

Na campanha de 2004, Iris Rezende prometeu resolver o transporte coletivo de Goiânia em seis meses.

Iris assumiu a Prefeitura em 2005, ficou até 2010, passou o cargo para o seu vice e aliado Paulo Garcia, que se reelegeu em 2012, totalizando, ambos, mais de 9 anos no poder e nada mudou no sistema de ônibus de Goiânia – pelo contrário, as coisas até pioraram para quem é obrigado a se locomover pela capital usando o serviço.

Iris, na Prefeitura, mandou as empresas comprarem ônibus novos. Elas obedeceram, mas não adiantou. Ele fez também uma nova licitação. Só que as vencedoras foram as mesmas concessionárias de sempre e, de novo, nada melhorou.

Paulo Garcia, coitado, esse não conseguiu nenhum avanço e, pela sua inoperância, acabou fazendo com que Goiânia, com os protestos de rua contra o transporte coletivo, no primeiro semestre de 2013, se transformasse no rastilho das manifestações que abalam o país em junho último.