Até São Paulo caiu. Mas Goiás, não. Produção industrial do Estado disparou 4,7% em 2013 e é exemplo para o Brasil

Em 2013, com números apurados pelo IBGE de janeiro a novembro, Goiás se situou como um dos três Estados brasileiros de maior crescimento industrial, com uma taxa recorde de 4,7% de incremento.

A maioria dos Estados, segundo o IBGE, andou para trás. Isso inclui a maior potência industrial do país – São Paulo. Em novembro, por exemplo, enquanto Goiás alcançava um índice de crescimento industrial de 9,2%, os paulistas amargaram uma taxa negativa de – 0,3%.

Esses números, espetaculares, chegam no momento em que se prenuncia a campanha eleitoral com vistas às eleições de outubro, que irão decidir se o governador Marconi Perillo continua no comando do Estado ou se um novo nome será instalado no Palácio das Esmeraldas.

Para a oposição, os novos dados do IBGE são uma má notícia.