Jornal Opção sobre Vanderlan: “Como alguém pode ser diferente se se apresenta como herdeiro de Alcides?”

Veja trecho do editorial da edição desta semana do Jornal Opção:

“Mas como alguém pode ser diferente se se apresenta como herdeiro de Alcides Rodrigues, que, do ponto de vista dos goianos, era um símbolo do atraso, do antimoderno? Na­que­le momento, os eleitores não queriam o “Alcides 2” e foi assim que Vanderlan foi visto pela sociedade. Para piorar, tanto Alcides quanto Vanderlan têm feições de pessoas introvertidas, não carismáticas. Se fossem músicos, seriam fadistas, dos mais lamentosos. Os rostos deles parecem chorar mesmo quando riem. Agora no PSB, Vanderlan pode até ser moderno, seus negócios são eminentemente capitalistas, mas não se apresenta como tal. Quando disse, numa entrevista, que não tem informações sobre as contas do governo do Estado de Goiás — esperando ser eleito governador para ter acesso às informações — mostra, acima de tudo, que está desconectado da realidade. Primeiro, porque as informações são públicas e a maior parte delas está na internet. Segundo, as informações podem ser obtidas com facilidade no próprio governo ou no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Fica-se com a impressão de que, de algum modo, Vanderlan não pertence ao mundo moderno, ao mundo da internet, por exemplo.”