Provado: viadutos de Iris e Paulo Garcia são fontes intermináveis de problemas

Os últimos treze anos de administração dos prefeitos Iris Rezende Paulo Garcia serão lembrados por viadutos que se transformaram em fontes intermináveis de problemas para o goianiense.

De início, o viaduto da praça do Ratinho começou a esfarelar poucos meses depois de inaugurado. As placas de revestimento metálico se desprenderam aos poucos e expuseram os motoristas a enorme risco.

O viaduto da T-63, outro enorme elefante branco, também sofre com o desprendimento das placas metálicas, além das inundações que volta e meia transformam o local num enorme e indesejado pesque-pague.

Para completar, a cereja do bolo: o viaduto Jaime Câmara, que desonra o nome do fundador do jornal O Popular e que foi construído na Avenida Araguaia. Esta, sim, é a obra mais absurda já executada em Goiás. No túnel lavajato a água sobe à altura da cintura em dias de chuva e carro nenhum passa por lá.

Nesta terça-feira, na hora do almoço, o viaduto da T-63 voltou a testar a paciência do goianiense. A obra foi interditada para reparos pelo prefeito Paulo Garcia, o que tumultuou o trânsito na região.

Não tá fácil, viu…