Oposição apela a “Tiriricas” para vencer Marconi: Túlio, Renner, Zé Rico e, agora, Esquerdinha

A oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB) não sabe mais o que fazer para derrotar o tucano.

Como as soluções caseiras – leia-se popularidade de Iris e Maguito – não funcionam mais, o jeito é apelar para os Tiriricas da política para amealhar uns votinhos a mais.

Em 2008, o PMDB bancou o jogador Túlio Maravilha na eleição para Câmara de Vereadores de Goiânia. Com a bola murcha, Túlio renunciou ao mandato e deu uma banana para quem votou nele.

Em 2010, a turma de Vanderlan Cardoso (PSB) teve a brilhante ideia de lançar o cantor sertanejo Renner como candidato a senador. Foi tão ruim, mas tão ruim que Renner sequer levou a postulação até o dia da eleição.

Agora, o PMDB banca dois tiriricas de uma vez só. Um deles é o cantor sertanejo Zé Rico, que vai concorrer a mandato na Câmara dos Deputados. O outro é o massagista Esquerdinha, cujo “grande” feito na vida foi ter invadido o campo de futebol no jogo da Aparecidense contra o Tupi (MG) pela série D do Brasileirão.

Esses estadistas nunca contribuíram com ideias para Goiás.

Então o que podem fazer pela população?