Pois é, apequenaram-se: Iris e Paulo Garcia não foram ao velório de Mauro Borges

No velório do ex-governador Mauro Borges, realizado no Palácio das Esmeraldas, duas ausências falaram mais alto que todas as presenças: o ex-prefeito, ex-governador e ex-senador Iris Rezende (PMDB) e o atual prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT).

Na morte, que é um fim absoluto, desaparecem as diferenças político-partidárias e até pessoais. Por que será que Iris e Paulo Garcia não apareceram no velório?

No caso do prefeito, a sua presença seria uma exigência institucional do cargo que exerce, uma vez que Mauro foi governador, foi perseguido pela ditadura militar, foi senador e há décadas mantinha uma atuação sem nenhuma conotação política, praticamente aposentado como vulto histórico do Estado.

Paulo Garcia também não decretou luto oficial em Goiânia, um gesto formal comum em situações dessa natureza.