Enterro do ex-governador Mauro Borges reuniu pouco mais de 200 pessoas

Saudado pela imprensa e pela classe política como estadista e exemplo de homem público, o velório e enterro do ex-governador Mauro Borges não sensibilizaram a população goianiense e do Estado.

Mauro morreu no ostracismo, em parte motivado pela perseguição política feroz movida pelo ex-prefeito Iris Rezende contra a família Ludovico.

O enterro do ex-governador, no cemitério Jardim das Palmeiras, reuniu pouco mais de 200 pessoas.