Frei Marcos esculacha a presidenta Dilma pela gastança na viagem a Roma

Frei Marcos Sassateli, professor de filosofia aposentado da UFG e um dos maiores ativistas sociais de Goiás, escreve artigo hoje no Diário da Manhã desancando a presidenta Dilma Rousseff pela gastança na viagem a Roma para tirar uma foto marqueteira ao lado do papa Francisco.

Ele bate pesado. Sugere, inclusive, que os movimentos de base da Igreja Católica declarem o ministro Gilberto Carvalho, chefe de gabinete da presidenta, como “persona non grata” (e ainda traduz a expressão latina: “pessoa que não é bem vinda”).

Segundo Frei Marcos, Gilberto Carvalho deu entrevistas durante a viagem que afrontam a ética o senso de ridículo. Carvalho, ao ser questionado sobre as despesas milionárias da comitiva de Dilma em Roma, respondeu dizendo que “há assuntos mais importantes para serem tratados”.