Karlos Cabral aproveita crise dos supersalários para reclamar da extinção do auxílio-moradia

“Moro em Rio Verde e, para exercer meu mandato de deputado estadual em Goiânia, necessito do auxílio-moradia. Mas, sem consulta a ninguém, extinguiram esse benefício, que é justo, e na calada da noite criaram cargos com salários altíssimos. Que moralização é essa?”, perguntou nesta quinta-feira, em discurso na Assembleia, o deputado Karlos Cabral (PT).

O parlamentar declarou-se indignado com a notícia da criação dos cargos comissionados com supersalários, denunciada pelo jornal O Popular.

No Twitter, Cabral resumiu a sua santa ira em 140 caracteres:

@KarlosCabral 

O discurso de moralização da casa cai por terra com esse ato. Tiram o auxílio moradia com esse pretexto e cria-se cargos de 24mil reais…