Caiado encontra José Eliton na missa de Mauro Borges e recusa-se a cumprimentá-lo

Vem rompimento público aí e vai ser barulhento: o deputado federal Ronaldo Caiado considera-se traído pelo vice-governador José Eliton e tem dito a amigos que não vai deixar barato.

Um sinal pôde ser captado na missa de sétimo dia do ex-governador Mauro Borges, quinta-feira à noite na Catedral Metropolitana de Goiânia.

Caiado se encontrou com José Eliton, que estava lá representando o governador Marconi Perillo, e não o cumprimentou.

Ostensivamente.