Por inércia, Paulo Garcia deve perder R$ 1,2 milhão para galpões de lixo reciclável

A inércia do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), pode levar a Capital a perder R$ 1,2 milhão do Ministério das Cidades para construção de dois galpões de reciclagem de lixo. A prefeitura tem até julho para começar as obras, mas será praticamente impossível atender ao prazo.

Conforme excelente reportagem de Vandré Abreu no jornal O Popular de hoje, a verba foi liberada em agosto de 2008, mas Paulo Garcia sequer liberou as áreas para execução dos projetos. A Comurg diz que foram escolhidas áreas no setor Orlando de Morais e na Chácara São Joaquim, mas além da Câmara não ter ratificado a decisão, ainda não foi realizado estudo de impacto de vizinhança e tampouco providenciadas as licenças ambientais.

Enquanto isso, os catadores de lixo continuam a ser tratados lixo pela prefeitura.

Isso não é sustentabilidade.