Crise no lixo da Capital: Comurg joga culpa na Amma, que culpa Comurg…

Depois que a imprensa denunciou o iminente cancelamento do empenho do recurso federal para construção de dois galpões para reciclagem de lixo em Goiânia, por conta de irresponsabilidade da prefeitura, ficou difícil descobrir quem é o culpado na história.

O presidente da Agência Ambiental (Amma), Pedro Wilson, diz que cabe à Comurg viabilizar a cessão dos terrenos para iniciar a obra. O presidente da Comurg, Paulo Tarso, não se mobiliza enquanto a Amma não entregar as licenças ambientais. E o jogo de empurra-empurra continua.

A passos largos, o mote da sustentabilidade é jogado no lixo. Não-reciclável.