Ninguém respeita mais. Até colunista social bate na Assembleia Legislativa

Depois do escândalo dos cargos criados em segredo, com supersalários, o moral da Assembleia está mais baixo do que diferencial de sapo.

Até colunista social sente-se à vontade para esculhambar o parlamento goiano, diante da quantidade de malfeitos e denúncias contra a Casa, que, em tese, representaria o povo goiano.

Agora, é Arthur Rezende, decano dos colunistas goianos, quem bate na Assembleia, em sua coluna neste domingo em O Popular.

 

Veja a nota de Arthur Rezende:

 

Baixo nível

Se a saia-justa atual da Assembleia Legislativa de Goiás, por conta dos altos salários, foi coisa combinada pelo atual presidente com o antecessor, ninguém sabe. Mas como o presidente de um poder não sabe a quantas anda sua folha de pagamento? Pior ficou ao desmentir os deputados, que disseram não ter conhecimento do projeto, ou seja, desleixo total.