Em primeira mão: Cachoeira e Cláudio Abreu requerem HC e podem deixar de depor

Os advogados de Carlinhos Cachoeira e Cláudio Abreu impetraram habeas corpus para que seus clientes deixem de depor na quarta-feira no processo aberto no STJ, a pedido do governador Marconi Perillo.

Eles alegam que os dois respondem a outros processos sobre o mesmo assunto e devem ser isentos de produzir provas contra eles mesmos.

Na condição de testemunhas, eles seriam obrigados a responder todas as perguntas, o que não acontece quando se apresentam com réus.

A expectativa é de que o hc seja concedido.