Matança continua: morre 30º morador de rua assassinado. E as autoridades???

Continua em Goiânia a matança de mendigos e moradores de rua. Na madrugada desta terça-feira morreu mais um. Um homem foi assassinado com cinco facadas no Setor Coimbra e morreu. É a 30ª morte de pessoas que vivem na rua nos últimos oito meses. Já virou calamidade pública e as autoridades insistem em ficar de braços cruzados.

O governo federal afirma que há ação de um grupo de extermínio. O que é negado pela Polícia Civil, que relaciona a maioria das mortes com o tráfico de drogas. A Semas, pasta da prefeitura responsável pela ação social, pouco faz – ou nada faz.

Enquanto isso homens e até crianças continuam morrendo na guerra nervosa do tráfico ou sabe-se lá mais o quê. O certo é que para encontrar uma pedra de crac basta ir a qualquer praça movimentada de Goiânia e mostrar uma nota de R$ 2.

Isso mesmo, R$ 2, este é o preço de uma vida nas ruas.