Estão com medo de alguma coisa: Assembleia exige senha nova para liberar contracheques

Sem divulgar nenhuma informação a respeito no site oficial, a direção-geral da Assembleia Legislativa determinou que todos os seus aproximadamente 4 mil funcionários devem trocar a senha utilizada para acesso aos contracheques com dados sobre os salários de cada um.

É a primeira vez que as senhas são trocadas desde que os contracheques deixaram de ser entregues em papel e passaram a ser disponibilizados exclusivamente na intranet da Casa, há pelo menos 7 anos.

A ordem para o recadastramento foi descoberta pela colunista Marina Dutra, que publicou nota a respeito na página 2 do diário O Hoje, nesta quarta-feira.

A informação foi tuitada em seguida pela jornalista Fabiana Pulcineli, a mesma que assinou reportagem em O Popular denunciando a criação em segredo de cargos com supersalários na Assembleia.

Coincidentemente, a troca das senhas está sendo determinada pela Assembleia logo após ter vazado o contracheque de um diretor, que recebeu no mês de março R$ 44 mil e foi parar na manchete principal de O Popular.

Não tem erro: estão com medo de alguma coisa.