Djalma Araújo bombardeia projeto do prefeito e sugere plebiscito sobre Plano Diretor

O vereador Djalma Araújo (PT) está dando uma aula na turma da oposição com sua batalha contra as mudanças propostas pela prefeitura de Goiânia no Plano Diretor.

As alterações sugeridas pelo prefeito Paulo Garcia (PT) têm potencial para detonar de vez a cidade e estrangular o trânsito já comprometido da cidade.

Em primeiro lugar, porque o projeto permite a construção de todos os tipos de empreendimentos nos bairros cujo adensamento é decrescente, mas o fluxo já está congestionado – como setor Sul e setor Oeste.

Em segundo lugar, porque autoriza empresários a instalar até indústrias na área próxima à Avenida Perimetral, o que praticamente representa um atestado de óbito para o vizinho rio Meia Ponte. É lá, por exemplo, que o grupo Hypermarcas realiza sua expansão.

Djalma participa das audiências públicas e cobra coerência do prefeito, o que ninguém da situação e pouquíssimos da oposição – como Elias Vaz (PSol) e Virmondes Cruvinel (PSD) – fazem nesse episódio. Sugeriu até um plebiscito sobre o Plano Diretor, com a certeza de que o projeto seria barrado se submetido à apreciação popular.

Por que o silêncio?

 

LEIA MAIS:

Para justificar destruição do Meia Ponte, prefeito diz que região tem vocação econômica

Anote: Paulo Garcia vai destruir rio Meia Ponte com mudanças no Plano Diretor

Djalma denuncia: pressa em aprovar Plano Diretor é para beneficiar Hypermarcas