Irmão de Delúbio esculhamba Câmara e anuncia homenagem a ficha-suja José Nelto

Carlos Soares, irmão do mensaleiro Delúbio Soares, sempre pediu nos bastidores para não ser malquisto entre os colegas apenas por causa de seu parentesco com o ex-tesoureiro do PT. Mas ele próprio tem se esmerado em trilhar um caminho negativo, que o conduz ao abismo político.

Veja só o que ele aprontou dessa vez: Carlos, que é vereador, propôs – e a Câmara Municipal acatou – homenagear 80 (isso mesmo, oitenta) personalidades que, segundo ele, contribuíram muito para o crescimento de Goiânia. Não bastasse a farra com dinheiro público, que vai bancar a gastança, Carlos ainda incluiu na lista um ex-deputado estadual que foi defenestrado da política por ser ficha-suja: José Nelto (PMDB).

Zé Nelto, para quem não lembra, foi condenado com captação ilícita de sufrágio – vulgarmente chamada de compra de votos – nas eleições. Ganhou sobrevida graças à generosidade suspeita do prefeito Paulo Garcia (PT), que o acomodou na Secretaria para Assuntos Comunitários do Paço Municipal.

Agora, que está expurgado da vida pública, só restam ao ex-deputado amigos como Delúbio e Carlos Soares.

Eles se merecem, eis a verdade.