Medalhões do Atlético dizem, em entrevista, que não confiam mais em Valdivino Oliveira

Deputado e presidente do Atlético, Valdivino Oliveira
Deputado e presidente do Atlético, Valdivino Oliveira

Em contraste com a ótima campanha que o time faz no Campeonato Goiano, o clima nos bastidores do Atlético Goianiense é o pior possível.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, os medalhões do time – goleiro Márcio, meias Robston e Pituca – disseram que não confiam mais no presidente do clube, deputado Valdivino Oliveira, que tinha prometido para eles resolver o problema dos salários atrasados. O problema é que a promessa não foi cumprida, e alguns jogadores sequer receberam o 13° salário relativo a 2012.

Os três cogitam até debandada coletiva ao término do Goianão.

“O presidente abandonou a gente. Quando eu fui procurado, a promessa era reerguer o Atlético. Se a gente não tivesse se unido, o Atlético estaria numa situação de brigar para não ser rebaixado. A gente fica triste, porque pra criticar é fácil, mas pra resolver as situações é difícil”, disse Robston.

“Se a gente não pode contar com o presidente, vamos contar com quem? A gente só quer uma resposta para resolver a situação”, afirma Pituca.

Para Márcio, a situação “passou dos limites”.