Reino encantado de Goiás: TJ também vai construir megacastelo de R$ 87 milhões

Nota no blog de Jarbas Júnior, da coluna Giro, de O Popular, informa que mais um “castelo” será construído em Goiás – agora pelo Tribunal de Justiça do Estado, ao custo de R$ 87 milhões, no Parque Lozandes.

O valor é superior à nova sede do Tribunal de Contas do Estado – também chamada na imprensa e nas redes sociais de “castelo” -, que está sendo levantada a região norte de Goiânia por R$ 45 milhões.

Outro “castelo” será a faraônica sede da Assembleia Legislativa, também no Parque Lonzandes, que, quando foi lançada há oito anos, estava estimada em R$ 66 milhões. O custo atualizado ainda não foi divulgado.

Por baixo, são cerca de R$ 200 milhões. Tudo bancado pelos cofres públicos.

Veja a nota completa de Jarbas Jr.:

TJ construirá mega fórum em Goiânia

O Tribunal de Justiça de Goiás dará início nesta sexta-feira à construção do novo Fórum de Goiânia, no Parque Lozandes, região da sede da Prefeitura. O custo da obra: R$ 87,4 milhões, a ser tocada pela Mape Construções, no período de 42 meses. O novo fórum é projetado para abrigar 60 varas e será edificado numa área de mais de 40 mil metros quadrados. Além de contar com salas individuais de audiências e de divisão de apoio, cada magistrado terá seu próprio gabinete. As instalações do fórum contarão também com subsolo técnico, subsolo, térreo, mezanino coberto e descoberto, pavimento e cobertura, além de 867 vagas de estacionamento subterrâneo.
Segundo o TJ, será a maior obra de edificação em execução no Estado e uma das maiores do Poder Judiciário do País. Superará, portanto, a construção da nova sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE), ao custo de R$ 45 milhões, próximo ao aeroporto de Goiânia. A ordem de serviço para a construção no novo Fórum de Goiânia será assinada pelo presidente do Tribunal, desembargador Ney Teles, às 10 horas de sexta-feira. Foram convidados o prefeito Paulo Garcia (PT) e o governador Marconi Perillo (PSDB).

 

LEIA MAIS:

Meu castelo é maior e melhor que o seu: depois do TCE, Assembleia vai construir nova sede