História de uma fraude que cai por terra. Denúncia de rede de grampo não passa de armação

Foi tudo uma grande armação.
O radialista Luiz Gama foi vítima de um hacker. Este pegou suas inconfidências e bravatas e vendeu para setores da oposição. Associados a jornalistas aloprados, tentaram vender a denúncia para o jornal O Globo. Não conseguiram. Aí, procuraram a conhecidíssima Carta Capital. Deu certo.
Para dar sustentação à matéria, um jornalista, que o procurador Helio Telho não revela quem é, o procurou em companhia de Gercyley Batista, funcionário de Jorcelino Braga e vice-presidente do PRP, da oposição ao governo do Estado – até agora sem antecedentes, Gercycley, de alopragem.
Até agora.
Feita a denúncia estava justificada a matéria, com base em posts fechados do Twitter – dá para acreditar?.
Mas, a casa caiu. O procurador Helio Telho honrou as calças e desmentiu a armação.
Nem há investigação nem nada indica que houve crime.