Dois extremos se encontram: Caiado e Mauro Rubem apostam na farsa dos grampos

A denúncia fajuta sobre a existência de uma central de grampos em Goiás, feita pela revista petista Carta Capital, teve o mérito de confirmar, na política, uma verdade já demonstrada cientificamente na física: os extremos sempre acabam se encontrando.

Tanto o ultradireitista Ronaldo Caiado quanto o ultracomunista Mauro Rubem, ambos peças do museu ideológico do Brasil, postaram mensagens nas suas respectivas contas no Twitter dando total credibilidade à denúncia – “é séria”, disseram os dois – e tentando explorar o factóide para desgastar o governador Marconi Perillo.

É cômico.