Signates abre o jogo e revela que torce por novos desgastes do governo estadual

Tem sempre o dia que o aluno dá a lição no professor. Esse dia chegou para Luiz Signates, da Universidade Federal de Goiás (UFG). Signates reclamou do jornal O Popular e cobrou cobertura maior sobre o conto da carochinha que a revista Carta Capital publicou envolvendo o governo e um estranho caso de espionagem. “Por que, @fpulcineli, O Popular não manchetou a espionagem feita pelo governo? Ao invés, deu lead com nota do próprio governo…Estranho, isso.

O professor perdeu uma excelente oportunidade de ficar calado, porque a resposta de Fabiana veio na lata. “[espionagem] feita pelo governo, professor? Há provas disso? Jornalismo que aprendi não foi assim, não”.

Mais uma prova de que jornalismo se aprende é na prática, no dia-a-dia. E não com professores que vivem no mundo da lua.

 

LEIA MAIS:

Professor Luiz Signates tenta constranger Pulcineli e leva aula de jornalismo no Twitter