Depois da nota do MPF sobre a reportagem fajuta, oposição ficou sem discursos nas redes

O sábado foi tranquilo nas redes sociais, depois de uma sexta-feira quente e agitada por causa da reportagem da revista Carta Capital sobre uma suposta rede de grampos em Goiás.

A tropa de choque da oposição no Twitter, além de parlamentares mais afoitos como Dona Iris, Ronaldo Caiado e Mauro Rubem, tentou armar o maior barraco, mas, no final da tarde, uma nota do Ministério Público Federal dizendo que não havia investigação, ao contrário do que afirmou Carta Capital, nem provas da execução dos supostos grampos, um balde de água fria calou na oposição.

Durante todo o sábado, a galera ficou praticamente calada.