Depois do professor Signates, perfil do PMDB no Twitter tenta constranger O Popular

Um dia depois de o professor Luiz Signates tentar constranger a jornalista Fabiana Pulcineli por conta da decisão do O Popular de não reverberar denúncias fajutas de espionagem contra o governo e de levar uma aula de jornalismo, hoje foi a vez do perfil @mandabrasa, vinculado ao PMDB partir para o ataque contra o Pop.

“Ontem lemos  aqui algumas manifestações indignadas porque o jornal O Popular não noticiou a matéria da revista Carta Capital. Ao comentarmos os posts que reclamavam da ausência de cobertura do jornal O Popular dizíamos que isso não nos surpreendia”, disse o perfil.

“Dissemos também que o fato de não cobrir logo no início não significava que o jornal O Popular conseguiria deixar de abordar os fatos. Pois bem, assim como no início do escândalo Cachoeira, o jornal O Popular, sobrevindo o pedido de impeachment de Marconi, terá que abordá-lo”.

O velho sangue quente dos coronéis continua a correr nas veias do peemedebismo, por mais que os anos passem. Não tem jeito: não é costume do PMDB aceitar o contraditório ou compreender que nem todos rezam a mesma cartilha furada do irismo.

Por isso perdem eleições há tanto tempo.

 

LEIA MAIS:

Professor Luiz Signates tenta constranger Pulcineli e leva aula de jornalismo no Twitter