Sem nunca ter ido a um debate, Friboi se diz pronto para enfrentar Iris e Marconi

Apesar de nunca ter participado de um debate entre candidatos na sua vida, o empresário Júnior Friboi (PSB) se considera preparado para enfrentar o governador Marconi Perillo (PSDB) e o ex-prefeito Iris Rezende (PMDB) – dois dos políticos mais experimentados de Goiás – em uma eventual disputa pelo Palácio das Esmeraldas em 2014.

“Estou pronto e preparado para debater com Iris e Marconi”, afirmou Friboi em entrevista aos jornalistas Ivan Mendonça e Jerônimo Rodrigues, âncoras do programa Falando Francamente, da Rádio Mil, nesta quarta-feira. “Estão falando que PMDB e PSDB lideram, então estamos criando um novo espaço”.

O empresário fez questão de frisar que “o fato de eu estar disputando o governo não significa que eu tenha problema pessoal com o governador”. Friboi, que apoiou Marconi em todas as últimas eleições que o tucano disputou, disse que se sente “cúmplice” da atual administração”. “Fomos parceiros”.

Não se sabe como é o desempenho de Júnior Friboi em debates, mas nas entrevistas ele sempre escorrega. Bastaram um gravador e um jornalista para o empresário implodisse uma série de articulações pré-eleitorais. A crise mais recente foi deflagrada quando Friboi disse ter levado uma “contribuição grande” para casa do deputado Ronaldo Caiado durante uma campanha eleitoral. Caiado reagiu com violência e prometeu interpelá-lo judicialmente.

“Não dei autorização para esse mau-caráter, chefe de cartel, usar meu nome. A entrada de Júnior Friboi na política é a desmoralização do processo político-eleitoral em Goiás. Ele acha que se impõe pelo dinheiro”, rebateu o deputado. “Sempre combati Júnior Friboi, sanguessuga do produtor rural. Friboi não tem condições de ser empresário, muito menos político. Ele atua com dinheiro do BNDES. O Brasil logo saberá quem ele é”.

Apesar desta crise violenta, Friboi diz agora que terá Caiado como candidato a senador em sua chapa majoritária. É esperar para ver.