O Popular erra e publica foto de empresário como morador de rua que foi assassinado

A edição do jornal O Popular deste domingo (5) tem uma grande gafe na capa. Reportagem que fala das mortes de moradores de rua, intitulada “As vidas que ninguém viu”, traz fotos de pessoas que foram assassinadas, no entanto apareceu a foto de um empresário, que não é morador de rua e não está morto.

Wesley Guimarães está vivo e esclareceu o erro da equipe de O Popular num comunicado em sua página no Facebook.

 

“Gostaria de comunicar a todos que é um grande engano a publicação de minha foto e nome completo na primeira página do Jornal O Popular como vítima de assassinato me incluindo como drogado e morador de rua.

Hoje bem cedo fui acordado com visitas, telefonemas, E-mail, de clientes , amigos e parentes se solidarizando aos transtornos que me estão sendo causados. O pior foi para meus pais que foram abordados por Vizinhos mau informados ou maldosos comunicando minha morte.

Eles estão de idade e doentes e tiveram que passar por isto, é um absurdo. Eu, que sou empresário e arquiteto, passo a vida construindo meu nome e dependo dele, tanto socialmente como profissionalmente, agora estou abalado com as consequências que estou vivendo e ainda vou viver em consequência deste absurdo.”

 

morador 1
Wesley Guimarães, o 2º da esquerda para direita, apontado como morador pelo jornal O Popular