Vale a pena ler de novo de 2004: CPI dos Frigoríficos é instalada em Goiás

(Veja matéria publicada no jornal O Popular em 2004)

A Assembléia Legislativa de Goiás instalou, na manhã de ontem, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende apurar denúncias de formação de cartel por parte dos grandes frigoríficos nacionais na comercialização da carne bovina no estado. A CPI é presidida pelo deputado Ivan Ornelas (PT), autor da propositura. Foi designado relator o deputado Jardel Sebba (PSDB) e também integram a Comissão os deputados Nédio Leite (PP), vice-presidente, Daniel Goulart (PSDB) e Wagner Guimarães (PMDB).

“Estamos instalando esta CPI com base em fatos concretos. Representantes das entidades dos pecuaristas, em denúncia feita em informes publicitários, dão conta da formação de uma ditadura dos frigoríficos. Seria a formação de um cartel para diminuir o preço da carne para o produtor, conseguir lucros maiores e não evitar o aumento do preço do produto para o consumidor”, afirma Ornelas.

Presenciaram e participaram da instalação da CPI representantes da Federação Estadual da Agricultura (Faeg), o diretor Osvaldo Guimarães e o presidente da Comissão de Pecuária de Corte, Márcio Sena. “Estamos no limite da nossa sobrevivência”, desabafou o diretor da Faeg. “Desta forma, vão matar a galinha dos ovos de ouro”, preconizou.

Para ele, esta CPI é mais do que oportuna, uma vez que vai apurar a existência de um cartel que vem prejudicando os pecuaristas.