No day after ao show de Paul, capa beautiful do Pop revela o que os jornais impressos são hoje: “Yesterday”

A capa do Popular desta terça-feira pós-show de Paul McCartney é um primor de singeleza e criatividade.

Uma excelente sacada dos editores do jornal.

Mas o título (“Yesterday”) permite uma reflexão sobre o destino dos impressos no mundo pós-pós-moderno.

Por trás do título, aplicado numa foto do show, esconde-se, porém, a realidade cruel e mortífera para os chamados impressos, no mundo da comunicação instantânea das redes sociais e da internet.

Claro que a intenção dos editores do Pop não foi essa e eles merecem palmas pela brincadeira com o nome de uma das mais belas canções de Paul.

Jornais hoje representam exatamente o que O Popular manchetou, num ato falho dos editores:

Yesterday, ou seja, em português claro, ONTEM.