A política do quanto pior, melhor, de d. Iris. Ela torce para Goiás não dar certo

Ser oposição é uma coisa. É até salutar e faz parte da democracia. Mas torcer descaradamente para Goiás não dar certo é outra coisa bem diferente.

Essa é a política do quanto pior, melhor adotada pela deputada Iris Araújo, que chega a comemorar quando rola uma notícia negativa para o Estado.

A sociedade, certamente, não apoia estas ações.

Prefere, com certeza, que a deputada ajude a construir um Estado melhor, coisa que ela definitivamente não faz.